//Política nacional para o leite: governo e representantes traçam estratégia para estimular setor

Política nacional para o leite: governo e representantes traçam estratégia para estimular setor

Medidas que beneficiem a produção de leite brasileira devem estar na pauta do MAPA em 2019.

 

Entidades representantes da cadeia produtiva do leite e do governo federal assinaram um documento para que  juntos possam estabelecer as bases e diretrizes de uma política nacional para o leite. A meta, estabelecida em reunião realizada no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em Brasília, na última semana, é tornar o setor mais competitivo e previsível em questão de negócios.

Conforme o presidente do Sindicato da Indústrias de Laticínios e Derivados do RS (Sindilat-RS) Alexandre Guerra, a agenda proposta à ministra Tereza Cristina tem como objetivo promover o leite nos mercados interno e externo, e a expectativa é boa. “Ela está dando uma importância muito grande ao leite, o que nos entusiasma para que, juntos, possamos encontrar a solução para a modernização do setor”, ressalta.

No encontro, o dirigente destacou a importância do projeto leite saudável para o desenvolvimento da produção no campo, reforçou a necessidade da retomada do PEP, da implementação da isonomia tributária e da simplificação tributária. O vice-presidente do Sindilat-RS, Caio Vianna também participou no encontro e destacou a importância da união das entidades de representação de produtores e indústrias diante da pauta.

Entre as propostas estão:

– Defesa comercial contra importações desleais;

– Competitividade (desoneração tributária, política agrícola, isonomia competitiva, infraestrutura, assistência técnica, qualidade e sanidade, dentre outros);

–  Inovação tecnológica;

– Promoção do consumo e imagem do setor;

– Estímulo às exportações.

Também assinaram o documento o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas; o presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Rodrigo Sant´Anna Alvim; o diretor executivo da Viva Lácteos, Marcelo Martins; o presidente da ABIQ, Fábio Scarcelli; o chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins; o presidente da Abraleite, Geraldo Borges, e o presidente do G100, Vasco Praça Filho.

 

Fonte: Milkpoint

 

Gostou desta informação? Então continue nos acompanhando por aqui e através das nossas redes sociais!

Acesse nosso Facebook clicando aqui.

Conheça nosso Instagram clicando aqui.

E para garantir  uma produção em constante crescimento e o bem-estar do seu rebanho é fundamental investir em produtos de qualidade certificada e em uma marca que se preocupa com o seu plantel! Venha conhecer nossa linha de detergentes e produtos de pré e pós ordenha clicando aqui.

 

Você vai gostar de ler também:

Mastite: higiene da ordenha é fundamental na prevenção!

[ http://www.g3quimica.com.br/smartblog/Mastite–higiene-da-ordenha-%C3%A9-fundamental-na-.html ]

Bem-estar animal: o que é fundamental para garantir conforto e maior produtividade?

[ http://www.g3quimica.com.br/smartblog/Bem-estar-animal–o-que-%C3%A9-fundamental-para-ga.html ]

De |2019-01-23T14:51:37+00:00janeiro 23rd, 2019|Notícias|0 Comentários

About the Author:

Deixe um Comentário